FUNDAÇÃO/SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE RIO CLARO

 

FUNDAÇÃO/SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO CLARO

______________________

Início
Missão
Equipe
SAE
CTA
PEP - Fluxos

 

Programa Municipal de DST/AIDS e Hepatites Virais

PAM – PROGRAMAÇÃO DE AÇÕES E METAS

Em dezembro de 2002, por meio da Portaria Ministerial nº 2.313, foi instituído o Incentivo aos Estados, DF e Municípios, no Âmbito do Programa Nacional de HIV/Aids e outras DSTDST e Aids. É uma modalidade de financiamento pelos mecanismos regulares do SUS, com repasse automático do Fundo Nacional de Saúde aos fundos estaduais e municipais de saúde, constituída em virtude da necessidade e da importância da formulação e implementação de alternativas de sustentabilidade da Política Nacional de DST e Aids, tendo em conta as características que a epidemia vem assumindo nos últimos anos no território nacional, bem como os avanços e o processo de desenvolvimento da Política Nacional de Saúde.

Esse mecanismo permite a pactuação de planos e metas entre os gestores do SUS, respeitando os diferentes graus de autonomia, capacidade de execução e das responsabilidades nos níveis de governo.
Para isso, foram instituídos um instrumento de planejamento de programação anual - Plano de Ações e Metas (PAM), a ser apresentado pelo Gestor de Saúde e aprovado pelos conselhos de saúde locais – e de um sistema de monitoramento, que acompanha o alcance das metas propostas, a execução financeira dos planos, o cumprimento das pactuações para aquisição de medicamentos e preservativos e a evolução de indicadores relacionados às ações de controle do HIV/Aids e DST.

Desde a instituição do Incentivo o município de Rio Claro esta qualificado a receber este repasse do Governo Federal. para a disponibilização de fórmula infantil, alternativa ao leite materno, para as crianças verticalmente expostas ao HIV, filhas de mães soropositivas.”

 

Fale conosco

dst@saude.rc.sp.gov.br
Palestras
Redução de Danos
PAM
CTA-Itinerante
p