Juninho assina contrato que garante projeto pioneiro para a saúde de Rio Claro

 

 

O município de Rio Claro será o primeiro do interior paulista a contar com uma estrutura médico-hospitalar em unidades móveis de atendimento. O pioneirismo de Rio Claro foi assegurado na tarde desta quinta-feira (29) com a assinatura de contrato entre a prefeitura de Rio Claro, Fundação de Saúde e a Associação Beneficente Ebenézer, que administra o Projeto Cies Global (Centro de Integração de Educação e Saúde). “Este projeto é mais do que suficiente para valer a pena nosso trabalho na administração da cidade”, afirmou o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. “Fizemos a escolha certa quando trocamos o carnaval e o balonismo por investimentos na saúde”, ressaltou. “O programa Mais Saúde dá um novo passo na reestruturação da saúde pública municipal, que já ganhou o Farmácia Todo Dia e logo terá novas unidades de saúde”, afirmou.

 

carretascontrato1pq.jpgProjeto semelhante ao de Rio Claro só existe na capital paulista, conforme lembrou Kengi Itinose – diretor médico do Cies Global. “Já iniciamos contatos para implantar nosso trabalho no Paraguai, na Índia e nos Estados Unidos”, anunciou.

 

Segundo Kengi, procedimentos que na rede pública podem levar 120 dias ou mais, desde a primeira consulta até a cirurgia, no sistema das unidades móveis que serão implantados em Rio Claro poderão levar apenas 30 dias, a partir da primeira consulta. “Isso feito a preço da tabela do SUS”, salientou Kengi.

 

Os consultórios e ambulatórios serão instalados no Espaço Livre Centro, que está recebendo adequações na infraestrutura. “Todas as unidades e equipamentos são novos”, disse Kengi. A expectativa é de que a instalação seja feita até agosto e o inicío de atendimento ao público comece a partir de setembro.

 

“É importante estabelecer um plano de comunicação que dê todas as orientações para aquelas pessoas que forem utilizar os serviços”, alertou André Godoy, presidente da Câmara de Vereadores. Ao lado dos demais vereadores que acompanharam a assinatura do contrato, André Godoy anunciou a devolução de R$ 1 milhão à prefeitura, com a solicitação ao prefeito para utilizar os recursos na saúde. “Isto demonstra o comprometimento dos vereadores com a comunidade e certamente vamos atender o seu pedido, presidente”, disse o prefeito Juninho.

 

O deputado Aldo Demarchi, que se reuniu com o prefeito no início da noite, parabanizou os gestores municipais e os vereadores por providenciarem em poucos meses um projeto desta envergadura. “O prefeito Juninho torna realidade um comprimosso que nós todos assumimos com a população”, destacou.

 

Para o secretário municipal de Saúde, Djair Francisco, Rio Claro vive um momento histórico. “Este contrato é fruto de meses de análises e estudos, com o permanente empenho de nossa equipe”, observou. O objetivo da unidade de atendimento no Espaço Livre é reduzir a fila de espera por consultas, exames e pequenas cirurgias, estimada em 37 mil procedimentos.

 

A solenidade contou também com a presença do vice-prefeito Marco Antonio Bellagamba, do juiz Luiz Claudio Pavão, diretor do Fórum de Rio Claro, dos vereadores Júlio Lopes, Adriano La Torre, Rafael Andreeta, Maria do Carmo Guilherme, Rogério Guedes, Anderson Christofoletti, Irander Augusto Lopes, Ney Paiva, Carol Gomes, Paulo Guedes, Seron do Proerd, Hernani Leonhardt, Val Demarchi, Geraldo Voluntário e Thiago Japonês, o presidente do Conselho Municipal de Saúde, José Domingos de Almeida, e Vitória Hummel, representante da Santa Casa.

https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif